► TELEFONE (11) 3287-5158 / (19) 4062-9339 (suspensos temporariamente por conta do Covid-19)
WHATSAPP (11) 94006.5245 EMAIL: contato@ionsbenefiicos.com.br 

6 Doenças transmitidas pelo beijo: como se precaver?

28.02.2020
6 Doenças transmitidas pelo beijo: como se precaver?

Muitas pessoas não sabem, porém, o beijo pode transmitir diversas doenças que, na maioria das vezes, são infecções por vírus, bactérias e fungos passados através da saliva ou gotículas de saliva. Normalmente essas doenças possuem curta duração e se curam sozinhas, mas em algumas pessoas geram complicações como problemas de infecção para outros lugares do corpo, podendo até atingir o cérebro.

Beijar diversas pessoas é uma atitude comumente observada entre os jovens. Por mais que seja um ato inofensivo, ele é capaz de nos expor a diversos problemas, alguns extremamente sérios como mononucleose, herpes e caxumba. E é nessa época que aumenta a incidência das doenças e infecções transmissíveis pela saliva.

Para se precaver dessas doenças deve-se evitar o contato íntimo e beijos com pessoas desconhecidas ou sem relação de confiança, pois na maioria das vezes não dá para saber se a pessoa está ou não doente e como está seu estado de saúde e imunidade atual. Além disso, é muito importante ter um plano odontológico para acompanhar a saúde bucal. As principais doenças que podem ser transmitidas pelo beijo são:

1. Mononucleose

Essa doença normalmente é conhecida como a “doença do beijo” é causada pelo vírus Epstein-Barr. Os sintomas presentes nessa doença são: febre, faringite e aumento dos linfonodos, além de poder ocasionar dores abdominais, hepatomegalia, manchas pelo corpo, vômitos e tosse ou até a morte do paciente. O tratamento é feito por meio do repouso, aumento do consumo de líquidos e medicamentos para controlar os sintomas como analgésicos e antitérmicos.

2. Herpes labial

Causado pelo vírus herpes simples, pode atingir a região dos lábios pelo contato com a saliva de pessoas com esse vírus e gerar feridas no lábio. Os sintomas são dor, formigamento, febre, mal-estar, coceira, ardência local e posteriormente surgem bolhas que formam feridas e eliminam secreção. Essas lesões duram cerca de 7 a 14 dias, mas sempre que a imunidade baixar podem surgir novas lesões ou seja, não possui cura. Para realizar o tratamento deve-se usar pomadas antivirais que ajudam a diminuir a multiplicação do vírus e alguns comprimidos.

3. Gripe e resfriados

O vírus que causa a gripe é do tipo Influenza, enquanto o resfriado pode ser causado por vários tipos de vírus como rinovírus e coronavírus, que também podem ser transmitidos pelo beijo. Os principais sintomas são: febre, dor no corpo, dor de cabeça, dor de garganta, coriza e tosse seca.  O tratamento é realizado por meio de medicamentos como dipirona e paracetamol, repouso, hidratação e alimentação regulada para fortalecer a imunidade.

4. Catapora

A Catapora é uma doença infecciosa e contagiosa causada pelo vírus Varicela-Zoster, ocorre normalmente em crianças, mas também pode acontecer em adultos que nunca tiveram ou que não foram vacinados. A contaminação é feita por meio da saliva e a principal característica são lesões acompanhadas de coceira, dor no corpo, febre e cansaço. O tratamento pode ser realizado com repouso, hidratação, medicamentos para dor e febre.

5. Caxumba

A Caxumba é uma doença infecciosa viral aguda contagiosa e pode ser transmitida por gotículas de saliva, levando a inflamação das glândulas salivares e sublinguais. Os principais sintomas são inchaço e dor na região da mandíbula, dor ao mastigar e engolir, febre, dor de cabeça, fadiga, fraqueza e perda do apetite. Para o tratamento efetivo deve-se administrar medicamentos para dor, febre e enjoo. Essa doença pode ser evitada com a vacina tríplice viral ou tetra viral.

6. Sífilis

A sífilis é uma infecção que também pode ser transmitida pela saliva em pessoas que possuem pequenos ferimentos na boca. Os primeiros sintomas são lesões localizadas na boca que podem se disseminar pelo corpo, causando lesões cerebrais, cardíacas e ósseas. O tratamento é realizado através do antibiótico penicilina injetável, sem vacinas ou imunidade contra essa doença, ou seja, deve ser evitada com o contato íntimo com desconhecidos.

Existem diversos problemas de saúde que são passados através da saliva, como cárie, tuberculose, rubéola, meningite.... Portanto, o cuidado deve ser diário por meio de hábitos como, por exemplo, lavar as mãos, evitar levar as mãos na boca e nos olhos, evitar o compartilhamento de talheres e, principalmente, não beijar qualquer pessoa. Festas, como o carnaval, misturam sol, bebidas alcoólicas e desgaste físico, podendo então diminuir a imunidade.

 

Como se precaver?

Para aproveitar as festas com saúde deve-se sempre estar atentos a alguns pontos:

- Passa o fio dental e escovar os dentes após cada refeição

- Beber muita água

- Não exagerar nos doces e no álcool

- Sempre visitar o dentista e fazer limpeza

- E lembrar que, nas festas e na vida, “não” é “não”.

Sua organização preza pela saúde e pelo bem-estar dos funcionários e também se preocupa com os custos da empresa? A Íons Benefícios possui várias soluções que podem se encaixar perfeitamente no que você precisa, como por exemplo, planos odontológicos, planos de saúde, seguro de vida e benefícios como vale alimentação, vale refeição e vale transporte. Para mais informações, entre em contato conosco por e-mail ou por telefone: (11) 3132.7748 e agende uma visita.

 

Fonte: Inpao

Fonte: Tua saúde

Filtrar
Newsletter

Assine nossa Newsletter para receber notícias e informações da Íons Benefícios

Veja também